Seminários em Ciências Ambientais

14 de setembro de 2017

O professor Adilson Wagner Gandu convida a todos para mais um encontro do curso “Seminários em Ciências Ambientais”. O título do próximo encontro será “Impactos socioambientais na Comunidade do Cumbe, Aracatí – Ceará” e será apresentado pela Leiliane Oliveira Chaves, aluna do Doutorado no PRODEMA-UFC. Abaixo maiores informações:

 

Leiliane Oliveira Chaves:
Graduada em Geografia pela UFC e Mestre em Desenvolvimento e Meio
Ambiente (PRODEMA) também pela UFC. Atualmente é aluna de doutorado no PRODEMA-
UFC, orientada pelo Prof. Edson Vicente da Silva (UFC) e co-orientada pelo Prof. Christian
Brannstorm (Texas A&M, EUA).

RESUMO DO SEMINÁRIO:

A valorização dos espaços litorâneos associado à indefinição fundiária tem estimulado uma contínua exclusão social e em alguns casos a expulsão de seus antigos habitantes, gerando um movimento de degradação de importantes recursos naturais,
fontes de renda e de autoconsumo para os residentes locais. Esse panorama reflete a atual situação da comunidade Cumbe, localizada no município de Aracati, Ceará. No Cumbe, as atividades de subsistência integram a maior parte da renda e do consumo alimentar da comunidade e a inserção de grandes empreendimentos como a energia eólica e a maricultura
ameaçam a subsistência da população local. Tais empreendimentos ocasionaram diversos impactos socioambientais na localidade como desmatamento do manguezal e da vegetação dos campos de dunas, destruição de locais de pesca, mariscagem, extrativismo, além de diminuição dos espaços destinados ao cultivo nos roçados e de árvores frutíferas. Mesmo diante da
diversidade de estudos sobre a localidade, pouco se sabe sobre como essa atividade tem afetado a subsistência dessa população. Iremos discutir os resultados iniciais de uma pesquisa de subsistência com o objetivo de medir vários aspectos dos impactos e conflitos, tais como os efeitos dos empreendimentos sobre os recursos ambientais, os impactos nos meios de subsistência, a
geração de conflitos após a instalação dos empreendimentos, dentre outros. O estudo contribui para melhorar a visibilidade dos impactos e conflitos originados pela instalação de grandes projetos de infraestrutura em territórios tradicionais.

Serviço:

DATA: 15 de setembro de 2017
HORÁRIO: 14 horas
LOCAL: Auditório do Instituto de Ciências do Mar – LABOMAR – UFC