Primeiro santuário subaquático do Brasil

22 de junho de 2017

Em reunião no Estoril com o  Alexandre Pereira, secretário da SETFOR, foi relatado o projeto que pretende criar um santuário submarino na Praia de Iracema, nas proximidades do espigão da rua João Cordeiro. A proposta traz vários benefícios com o turismo subaquático e deverá ser um dos destinos turísticos do Ceará, difundindo também a oceanografia e o despertar da curiosidade para compreender e conservar este ecossistema.

O santuário deve abrigar várias espécies de animais marinhos como carangueijo, arraia , peixes,  lagostas, dentre outros da flora marinha. O santuário deverá abrigar navios de naufrágios, objetos relacionados com o mar e obras de arte como esculturas. O Mergulho no santuário subaquático pretende ser realmente uma experiência inesquecível. As reuniões para discutir o projeto vem desde setembro de 2016 no Labomar.

O empresário Augusto César  Bastos Barroso já realiza trabalhos em parceria com o Labomar desde 2012, a saber:

2012 – Praia da Ponta Grossa: vestígios arqueológicos da ocupação humana
2013 – Olhares Submersos
2015 – Atlas de Naufrágio do Ceará
2017 – I Semana do Mar

E a partir desta parceria positiva, em 2016 procurou a Profa Ozilea juntamente com o Marcus Davi, da operadora de mergulhos Mar do Ceará, para este novo projeto. Desde setembro de 2016 são realizadas reuniões no Labomar com a participação dos pesquisadores da casa: Ozilea Menezes Lidriana Pinheiro, Juliana de Melo, Marcelo Oliveira , Caroline Feitosa, Gleidson Gastão, Pedro Carneiro, Luís Ernesto Bezerra, Wilson Franklin Junior e de outras instituições como: Mar do Ceara: Marcus Davis; IBAMA: Lívio Moreira Gurjao ; LOC Imóveis: Augusto Cesar Bastos Barroso; CAPITANIA DOS PORTOS: Janiê Cleison P. Marinho; SEMA/CE: Izaura Lila R. Ribeiro

A Profa Ozilea deu as seguintes informações sobre o projeto:

LICENCIAMENTO
1) O Prof Marcelo Oliveira com seus alunos da disciplina risco e planejamento ambiental, estão fazendo o estudo de impacto do museu/trilhas, que é o principal documento pra dar entrada no licenciamento. O documento já está com 80% pronto, a meta é entregar em julho, está sendo complementado com dados do projeto de engenharia.

DEMARCAÇÃO DA ÁREA
2) A Profa Lidriana Pinheiro e o Dr Gleidson da Costa Gastão já estudaram a demarcação da malha para realização de uma batimetria.
Tendo em vista que a profundidade do Projeto Orla vai até a isobata de 10 metros a delimitação da área pegaria o espigão da João Cordeiro em 600 metros para as direções leste, oeste e norte até a isobata da carta náutica de 7 metros.
A rota dos mergulhadores será delimitada por boias superficiais e a trilha submersa por um cordão condutor. A embarcação para realizar o trabalho está sendo providenciada pelo Augusto.

POTENCIALIDADE
3) O Secretário viu a filmagem noturna do espigão feita por George, mergulhador e Augusto comentou que na realização dos trabalhos anteriores tem tido o apoio  do setor privado, e irá seguir a mesma forma de parcerias no projeto do Santuário Subaquático

SÍTIOS TEMÁTICOS
Informou que a área deverá ter embarcações e esculturas. Naufrágio  dos navios e esculturas de temas da cultura local, a exemplo dos índios Trememos, Iracema, Dragão do Mar, Manel Jacaré, etc. realizado por artistas do Ceará. O Secretário Alexandre Pereira ficou bastante entusiasmado com o projeto e agendou uma reunião para a apresentação formal do projeto.

PRÓXIMA REUNIÃO
05/07/2017 às 10:00 no Estoril
Pauta: apresentar o projeto do santuário subaquático com o layout, localização, etc
Presentes: as instituições envolvidas e o Secretário Alexandre Pereira e Erick Vasconcelos da SETFOR

Fonte: Direção Labomar