Meio ambiente foi o foco do maior simpósio de Geografia Física do Brasil em Fortaleza, CE

18 de junho de 2019

A Universidade Federal do Ceará foi a anfitriã do 18º Simpósio Brasileiro de Geografia Física Aplicada, o maior evento do país na área, o qual aconteceu de 11 a 15 de junho de 2019, no Hotel Praia Centro. Com a coordenação das professoras Lidriana Pinheiro, do Labomar, e Adriana Gorayebe, do Departamento de Geografia, o evento contou com a participação de pesquisadores do Brasil e diversos países, como Uruguai, Chile, Estados Unidos, Inglaterra, Moçambique, França, entre outros.

O evento foi uma realização do Programa de Pós-Graduação em Geografia e do Programa de Pós-Graduação em Ciências Marinhas Tropicais da UFC, com o apoio dos programas de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Estadual do Ceará (UECE) e em Desenvolvimento e Meio Ambiente da UFC (Prodema), além do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

A solenidade de abertura contou com a presença do reitor da UFC, prof. Henry de Holanda Campos; da coordenadora de Pesquisa da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, profª. Geanne Matos; da diretora do Labomar, profª. Maria Ozilea Bezerra Menezes; do diretor do Centro de Ciências, prof. Raimundo da Costa Filho, e do secretário estadual do Meio Ambiente, Artur Bruno.

A Amazônia, os riscos e desastres naturais, as mudanças climáticas, a segurança alimentar, as dinâmicas do semiárido e muitos outros temas urgentes no cenário mundial foram as pautas nessa semana em Fortaleza, semana em que a “Geografia assume papel importante na geração do conhecimento, no combate das desigualdades sociais e na sustentabilidade do planeta”, sintetizou a profª. Lidriana Pinheiro, do Instituto de Ciências do Mar.